Sensor Instruments
Entwicklungs- und Vertriebs GmbH
Schlinding 11
D-94169 Thurmansbang
Telefon +49 8544 9719-0
Telefax +49 8544 9719-13
info@sensorinstruments.de

Sensores fotoelétricos a laser de saída digital
Série D-LAS


 

Os sensores fotoelétricos a laser de saída digital da série D-LAS funcionam com um feixe de luz laser visível de alinhamento paralelo. A utilização de diafragmas de abertura circular ou rectangular assegura uma distribuição de luz homogênea no interior do raio laser. Os mais pequenos objetos são detetados mesmo a uma grande distância transmissor - receptor. Uma compensação de sujidade ocorre por operação integrada de rastreamento progressivo de limiar (D-LAS1, D-LAS2, D-LAS-34, D-LAS-34/90).
 
Estes sensores fotoelétricos são ideais para operações de posicionamento.

Graças à sua robusta caixa de metal e ao elevado tipo de proteção, as barreiras fotoelétricas digitais de laser da série D-LAS foram concebidas para a utilização exigente da engenharia.

Visão geral das características das barreiras fotoelétricas D-LAS:

Raio de luz colimado
O feixe de luz laser emitido por uma óptica de precisão (esfera em vidro) permite detectar os objetos menores (por ex. fibras), mesmo em grandes distâncias entre emissor e receptor (distâncias de até 100 m consoante o modelo e a luminescência).

Vantagens:
  • Estrutura parcialmente excêntrica
  • Projeção exata de sombras no receptor
  • A distância do objeto de medição em relação ao emissor ou receptor não influencia o sinal de medição em áreas amplas


Distribuição homogênea da luz
Através da utilização de painéis de precisão no emissor é conseguida uma adaptação ideal para a utilização em questão. Além de uma grande variedade de painéis padrão também podem ser concretizadas aberturas especiais. O painel permite uma distribuição uniforme da luz no raio, e uma limitação precisa do raio.

Intensidade do laser ajustável
A intensidade do laser dos emissores do modelo D-LAS1, D-LAS2 e D-LAS90 pode ser ajustada através da entrada de comando de corrente (I-Control). Além disso, esta entrada permite uma desconexão do laser e, como tal, pode ser utilizada para o teste da barreira fotoelétrica de laser (entrada de teste).

Elevada precisão de posicionamento
Em barreiras fotoelétricas convencionais, o limite de comutação é ajustado com o auxílio de um potenciômetro; depende de uma tensão fixa (valor absoluto). A consequência disto é um deslocamento do ponto de comutação devido ao aumento de sujeira. Nas barreiras fotoelétricas digitais de laser da série D-LAS, uma condução dinâmica do limite de comutação compensa o efeito de sujeira através da monitorização contínua do valor máximo no receptor: O aumento de sujeira leva a um menor deslocamento do ponto de comutação.

Sinal do monitor
Nas barreiras fotoelétricas do modelo D-LAS1 e D-LAS2, o usuário possui ainda um sinal analógico além do sinal de comutação. Através da "monitorização" da tensão analógica, é possível uma melhor avaliação do sinal de comutação. A saída é adequada ainda para fins de medição técnica.

Detecção dinâmica
Ao atravessar o raio laser de uma barreira fotoelétrica do modelo D-LAS1-D, o objeto de medição aciona um impulso de tensão, cuja duração é independente da duração do raio laser. A duração do impulso está ajustada de forma fixa para 10 ms.

Modo de luz alternada
Se com a utilização de barreiras fotoelétricas de laser forem esperadas fontes de luz externas intensas, por motivos de segurança é recomendado optar por um sistema temporizado (D-LAS1, D-LAS3, D-LAS90). Através da utilização de filtros elétricos de banda estreita, apenas é detectada a luz modulada do emissor. Até mesmo as fontes de luz de ciclos (por exemplo, tubos fluorescentes) não influenciam a segurança de comutação.

Modo de luz contínua
Caso sejam colocados requisitos exigentes quanto  à frequência de comutação, é possível optar por um sistema não temporizado. A supressão da luz externa é feita através de uma filtragem óptica de banda estreita. As barreiras fotoelétricas de luz contínua são adequadas para processos rápidos ou para objetos de movimento rápido. As barreiras fotoelétricas do modelo D-LAS2 ou D-LAS34, D-LAS34/90, D-LAS-ED1 também podem desempenhar tarefas de medição técnica com o auxílio da entrada analógica.



NOTICIA

Nosso parceiro de distribuição UNITECHNOLOGY exibe:


2nd Highly-functional
PAINT & COATINGS EXPO TOKYO

Makuhari Messe, Japan
4-6 de dezembro de 2019
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Revisão da feira SPS 2019
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novo comunicado de imprensa:
Depende da dose certa
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novos vídeos:
 Contagem de tampas de plástico transparentes com SPECTRO-1-CONLAS e A-LAS-N-F16-...
 Autenticação do produto com LUMI-STAR-MOBILE-BL/OR-POL-IOS
 Marcação da pele com LUMI-INLINE-SL-IR/IR
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novos aplicações:
Application News N°639-641
Detecção da costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°639)
Detecção de defeitos da costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°640)
Controle inline de uma costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°641)
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Notas importantes sobre atualizações de software
mais...






FIND US ON ....

Facebook Youtube in Instagram Twitter

TOP