Sensor Instruments
Entwicklungs- und Vertriebs GmbH
Schlinding 11
D-94169 Thurmansbang
Telefon +49 8544 9719-0
Telefax +49 8544 9719-13
info@sensorinstruments.de

Traduzir esta página:

Efeito GLAST


O que se entende, afinal, por efeito GLAST?

Muitos certamente conhecem isto da vida quotidiana: o próprio reflexo numa película de embalagem de alumínio ou então alimentos observados através de uma película de embalagem transparente. Em ambos os casos, incluímos uma imagem mais ou menos desfocada de um objeto verdadeiramente nítido.
 
Este efeito, uma mistura de reflexão direta (de componentes refletores) ou de transmissão direta (em componentes translúcidos, transparentes), bem como a nebulização (reflexão difusa), causada por desvios da superfície ideal do espelho (irregularidades, riscos → causas para a reflexão difusa para trás) no caso de reflexão ou a placa plano-paralela ideal (inclusões, partículas de difusão, diferenças do índice de refração, riscos → reflexão difusa para a frente) no caso de transmissão, chamamos de efeito GLAST.

      

Aumento da reflexão difusa para trás

Até à data, representa como medida para a reflexão direta do grau de brilho disponível:


Assim, como medida para a dispersão de luz reflexa (véu de brilho, neblina) serve a relação de reflexão direta (abaixo de 20°± 0,9°) e reflexão difusa (entre 20,9° e 22,7°, bem como 17,3° e 19,1°).



Isto é, para o cálculo da neblina, é utilizado apenas um pequeno segmento angular. Um fotodetetor recebe, assim, a radiação refletida diretamente (19,1° a 20,9° C), enquanto um outro fotodetetor (disposição circular) recebe a reflexão difusa entre 17,3° e 19,1°, bem como 20,9° e 22,9°.
 
No caso de objetos transparentes, bem como semitransparentes, é designada a relação do fluxo luminoso por parte do recetor e do emissor enquanto transmissão e serve como medida para a translucidez de um objeto.



No modo de luz transmitida, o fator de neblina resulta da relação entre a dispersão de luz para a frente em todo o semi-espaço e a transmissão direta dentro de uma área de ± 2,5°. Normalmente, é utilizada, para o efeito, uma esfera de integração para a medição de neblina, mas, no entanto, tal não pode ser realizado diretamente modo INLINE.



Ao contrário do efeito de neblina, o efeito Glast é detetado com um sistema ótico de imagem e, portanto, aproxima o modo de abordagem através do olho humano. Para o efeito, o objeto a ser visualizado ou examinado é integrado como elemento ótico na trajetória ótica.
Enquanto objeto de imagem, é usado, assim, um disco difusor iluminado com grelha de linha aplicada (larguras de linha de 0,5mm, 1mm e 2mm estão aqui para escolha). No modo de reflexão, o objeto a ser examinado atua mais ou menos como espelho e através deste é reproduzido um segmento da grelha de linha sobre um detetor de linhas por meio de uma lente de projeção:



Dependendo da qualidade da superfície do objeto a ser examinado, obtém-se, na posição do detetor de linhas, um reflexo mais ou menos nítido da grelha de linha do lado do objeto. Idealmente (no caso de um objeto a ser examinado, trata-se aqui, então, de um espelho ideal) o modelo claro/escuro da grelha de linha iluminada (iluminada homogeneamente) é reproduzido no detetor de linhas como sinal de vídeo retangular.

A perspetiva superior do sinal de vídeo é, assim, formada a partir da área clara da grelha de linha iluminada por meio de um difusor, enquanto a perspetiva inferior do sinal de vídeo deriva dos pontos escurecidos da superfície do difusor (linhas pretas → da grelha de linha).



Se agora o objeto a ser examinado se tornar gradualmente difuso, então, é um sinal sinusoidal a partir do sinal de vídeo retangular original, em comparação com o sinal de onda quadrada da mesma frequência fundamental (dependendo da grelha de linha e da escala da figura da lente de projeção utilizada):



Se então, por meio de análise de Fourier, o espetro de frequência espacial for formado, pode observar-se, com um aumento da parte difusa do objeto em primeira linha, uma diminuição das partes de alta frequência (múltiplos ímpares da frequência fundamental f0). O grau Glast descreve, assim, a relação entre a frequência fundamental para com as partes de frequência mais elevadas e é, portanto, também uma medida de como um objeto nítido pode ser visto por meio de um componente reflexivo.



A relação das partes de frequência ímpares (3 f0, 5 f0, 7 f0, 9 f0, … , (2n+1) f0) para com a frequência fundamental f0 pode ser utilizada, para o efeito, a partir da medida, de quão clara ou difusa é uma superfície (grau Glast).
 
No caso de objetos transparentes ou semitransparentes, comporta-se de forma similar. Aqui, o objeto a ser examinado é empurrado, mas ou menos como placa plano-paralela ótica para a trajetória ótica. Aqui, deve ter-se em atenção para que o objeto a ser examinado seja posicionado nas proximidades da grelha de linha.


Além disso, na transmissão, pode ser determinada uma alteração do trajeto retangular do sinal de vídeo para o percurso sinusoidal, no caso de um aumento da parte difusa na película.
 
No espetro de frequência espacial, este aumento da parte difusa no objeto com uma diminuição da amplitude dos múltiplos ímpares (3 f0, 5 f0, 7 f0, 9 f0, … , (2n+1) f0), acompanha a frequência fundamental f0.

        


Medição do efeito Glast na prática

Para a medição de reflexão do efeito Glast, está disponível a geometria de medição 30°/30° (bem como a geometria de medição 45°/45°) com três diferentes larguras de linha da grelha de linha: 0,5mm, 1mm e 2mm
 
GLAST-85-30°/30°-DIF-0.5/0.5
GLAST-85-30°/30°-DIF-1.0/1.0
GLAST-85-30°/30°-DIF-2.0/2.0





GLAST-85-45°/45°-DIF-0.5/0.5
GLAST-85-45°/45°-DIF-1.0/1.0
GLAST-85-45°/45°-DIF-2.0/2.0




Determinação do grau GLAST como exemplo de chapas de aço inoxidável reflexivas com diferentes comportamentos de reflexão.

  

  

  

 

No modo de luz transmitida, o grau GLAST é determinado utilizando os seguintes sensores:
 
GLAST-130-0.5/0.5-T + GLAST-130-0.5/0.5-R
GLAST-130-1.0/1.0-T + GLAST-130-1.0/1.0-R
GLAST-130-2.0/2.0-T + GLAST-130-2.0/2.0-R























 



NOTICIA

Nosso parceiro de distribuição UNITECHNOLOGY exibe:


2nd Highly-functional
PAINT & COATINGS EXPO TOKYO

Makuhari Messe, Japan
4-6 de dezembro de 2019
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Revisão da feira SPS 2019
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novo comunicado de imprensa:
Depende da dose certa
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novos vídeos:
 Contagem de tampas de plástico transparentes com SPECTRO-1-CONLAS e A-LAS-N-F16-...
 Autenticação do produto com LUMI-STAR-MOBILE-BL/OR-POL-IOS
 Marcação da pele com LUMI-INLINE-SL-IR/IR
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novos aplicações:
Application News N°639-641
Detecção da costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°639)
Detecção de defeitos da costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°640)
Controle inline de uma costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°641)
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Notas importantes sobre atualizações de software
mais...






FIND US ON ....

Facebook Youtube in Instagram Twitter

TOP