Sensor Instruments
Entwicklungs- und Vertriebs GmbH
Schlinding 11
D-94169 Thurmansbang
Telefon +49 8544 9719-0
Telefax +49 8544 9719-13
info@sensorinstruments.de

Traduzir esta página:

O que é medição de distância & posicionamento?


 
O termo medição de distância não consiste apenas na distância entre o sensor e o objeto, mas também na espessura ou largura de um objeto, por exemplo. A medição do comprimento, altura e profundidade também pertencem a essa categoria, assim como a medição do diâmetro e medição do *tamanho da brecha*.
 
Para o posicionamento o que importa não é o tamanho de um certo objeto, mas sim a posição do objeto na faixa de detecção.
 
 

Altura (medição da altura)

 
A altura pode ser medida tanto com um Sistema de luz refletida da SÉRIE L-LAS-LT e com um sistema de feixe da SÉRIE L-LAS-TB ou SÉRIE A-LAS.
 

Sistema de luz refletida:

Sistema de feixe:
 

A faixa de medição necessária é decisiva para o uso de um certo tipo de sensor e a velocidade do objeto também deve ser levada em consideração, aqui a série A-LAS se sai melhor.
 
Se a frequência de medição é de menor importância (<meio) a vantagem está com o Sistema L-LAS-TB, porque como ele pode-se conseguir uma precisão maior devido ao grande número de pixels.
 
 
Princípio funcional da série L-LAS-LT:

Triangulação
Com esse princípio de medição a fonte de luz (laser), a superfície a ser medida e o detector são dispostos em forma triangular.

 
Com a unidade óptica de um transmissor o ponto laser do laser diodo é projetado na superfície do objeto. Através da óptica do receptor, um pouco da luz laser que está dispersa da superfície no meio chega a linha do detector. Os sensores lineares consistem em vários foto sensores pequenos (pixels) que são dispostos em uma fila (dependendo do tipo da linha 128, 256 512 e 1024 pixels). O sinal desses pixels que são atingidos pela luz laser.




A posição dos pontos laser no detector de linha dependem da posição dos objetos. Uma mudança do objeto do topo a base resulta em uma mudança do ponto laser projetado da direita para a esquerda no detector de linha.


A relação gráfica entre a distância x do objeto e a posição dos pontos laser no detector de linha y é aproximadamente assim:

 
A relação entre a distância do objeto e a posição do ponto laser na linha do detector não é linear. A linearização correspondente do sensor laser é feita com a ajuda de um Sistema de referência.

Sabendo que via de regra o ponto laser encontra simultaneamente várias linhas de pixel, a posição pode ser determinada com exatidão:

A precisão do sensor laser pode ser aumentada ainda mais por meios de sub-píxeis e média. Na prática a precisão é incrementada pelo fator 4 por sub-pixelagem.
 
Se o ponto laser encontrar objetos não transparentes, ex: superfícies metálicas, é simetricamente mapeado na linha. Nesse caso ambas as posições do pixel do sinal de vídeo são usadas para avaliação quando eles cruzam um limite de vídeo ajustável.
 
Para objetos semitransparentes (madeira macia ou plásticos leitosos, por exemplo) poderia ser vantagem usar apenas a primeira ultrapassagem de limite: POS=A, o que melhora a detecção da superfície atual.

 
 
Com as superfícies refletoras ou com objetos transparentes quase nenhuma reflexão difusa é gerada na superfície. Para que o receptor “veja” o ponto laser na superfície de medição, o sensor laser deve ser transformado em reflexão direta.
 
 
 
No caso de objetos transparentes (pratos de vidro, por exemplo) também pode existir reflexão dupla (topo de vidro e lado inferior). Nesse caso, o pico que é gerado na linha do detector pela superfície inferior de vidro não é avaliado.

 

Nessa medição deve-se tomar cuidado para que o feixe de laser refletido não deixe a parte óptica do receptor, ex: os movimentos de inclinação do objeto devem ser minimizados.  
 
Nos sensores triangulados com linha de detector integrada a luz externa é suprimida por meios de filtros de interface, ex: apenas a faixa de comprimento de onda da luz laser chega ao receptor.  
 
Por meio de ajuste automático da energia do laser, o sensor laser adapta a si mesmo para objetos claros e escuros.
 
Os sensores laser da série L-LAS-LT cobre uma faixa de distância de aprox. 1000 mm.
 

Princípio de funcionalidade da série A-LAS:

Cortina de luz laser + óptica do receptor + fotodiodo
Nesse método de passagem por feixe, uma parte da cortina de luz laser paralela é coberta pelo objeto. O nível de cobertura do feixe é aproximadamente proporcional ao decréscimo de sinal no receptor. A luz que chega na óptica do receptor é focalizada em um detector.

 
A série A-LAS é usada principalmente para medição de distância de objetos que se movem rapidamente. A compensação de acumulo de sujeira é feita durante o momento que não há objetos na cortina de luz laser.
 
 
As cortinas de luz laser da série A-LAS tem uma altura de 0.2 mm até 100 mm.
Os sensores estão disponíveis em modelo forquilha (transmissor e receptor na mesma carcaça) e modelos separados.

A supressão de luz externa é feita correspondendo o filtro óptico e tecnologia de abertura.
Os sensores da série A-LAS estão disponíveis com diferentes unidades de avaliação que tanto fornecem a posição do objeto em forma analógica (0V…+10V ou 4 mA a 20 mA) quanto via interface serial.
 

Princípio de funcionalidade da série L-LAS-TB:

Cortina de luz laser + detector de linha

A unidade transmissora da série L-LAS-TB fornece uma Cortina de luz laser colimada que, no lado do receptor, colide em um detector de linha.

Quando um objeto está na Cortina de luz laser, a luz paralela garante uma sombra “nítida” na linha do detector.
 
 
A linha do detector segura milhares de pequenos elementos fotossensíveis que são referidos como pixels (128 pixels, 256 pixels, 512 pixels, 780 pixels, 1024 pixels, 1200 pixels e 1560 pixels). Quando a luz laser colide nos pixels eles são iluminados, o que resulta em um aumento de sinal nesses pixels. Pixels não iluminados não fornecem um sinal. Se, no entanto, um pixel é coberto pela metade pela sombra do objeto, o sinal está em meia altura.

O sinal do pixel é convertido pelo conversor A/D que é integrado no processador do sensor. O controlador no receptor então compara o sinal de vídeo de todo pixel com um limite ajustável especificado. Pixels que a ultrapassagem do limite é determinada informa sobre a posição da "extremidade da sombra" (início ou fim da sombra).

 
 
A precisão de medição começando em 2 μm (dependendo da faixa de medição) pode ser alcançada com o sensor laser da série L-LAS-TB.
 
A série L-LAS-TB está disponível com cortinas de luz laser com área de 8 mm a 100 mm. À parte das versões de forquilha, as versões separadas (transmissor e receptor dispostos separadamente) também estão disponíveis e permitidas medições de distâncias maiores entre o transmissor e o receptor. Uma distância de operação máx. de 1000 mm é recomendada aqui, mas até mesmo uma distância de 5000 mm já foi aprovada na prática.
  
 





Princípio de funcionalidade da série L-LAS-RL:

Iluminação difusa + câmera de linha em uma única carcaça

A fonte de luz é uma formação de LEDs de luz branca, luz que por meio de um difusor é direcionada homogeneamente na superfície de medição. Uma lente de precisão mapeia uma seção da superfície iluminada em um detector de linha. O sinal de vídeo que é gerado pelo sensor de linha é então avaliado pelo controlador que é integrado na carcaça do sensor.

À parte de LEDs de luz branca os LEDs UV (detecção de objetos fluorescentes) e LEDs IR também estão disponíveis. Filtros de bloqueio UV ou filtros de luz do dia são então usados no lado do receptor.

Os sensores estão disponíveis com faixas de medição de 15 mm, 50 mm, 65 mm, 100 mm, 150 mm e 200 mm.
 

 

 
Princípio de funcionalidade da série L-LAS-CAM:

Iluminação difusa + câmera de linha
A série L-LAS-LU está disponível com unidades de luz LED de 50 mm a 500 mm em UV, luz branca e versão IR. No caso de LEDs de luz branca um difusor é usado em conjunto para assegurar uma distribuição homogênea da luz no objeto.
 


Lentes de medição de alta precisão diferentes incluindo vários filtros e anéis intermediários estão disponíveis para as câmeras de linha (série L-LAS-CAM).

(Comprimento focal de 12.5 mm a 75 mm). Sensores de linha estão disponíveis com 256, 512 e 1024 pixels.

O Sistema contendo L-LAS-CAM-… e L-LAS-LU-… pode ser usado tanto no modo luz refletida quanto no modo por feixe de luz.

Tanto uma quanto duas unidades de luz do tipo L-LAS-LU-… podem ser usadas.

 
 
 
Luz refletida ou por feixe de luz?
O fator decisivo para isso é a estrutura da superfície ou a forma da superfície. Se a superfície é plana e lisa, o método de reflexão da luz oferece pequenas vantagens, porque com o método por feixe de luz, devido a luz laser paralela, uma extremidade protuberante ou uma leve inclinação do objeto pode influenciar o resultado da medição. Para objetos com superfície curvada ou pontiaguda, no entanto, o método por feixe de luz deve ter preferência, por que aqui o maior ponto da superfície que a cortina de luz laser colide determina o valor. O sistema por feixe de luz além disso não é sensível a mudança de cor ou brilho do objeto, por que a sombra do objeto é avaliada aqui. Transmissor e receptor também podem ser dispostos a uma distância maior do objeto.
 
 

Profundidade (medição de profundidade)
 
O objeto repousa em uma superfície de referência. Apenas a superfície superior tem que ser medida.
 
With certain limitations, depth can be Com certas limitações, a profundidade pode ser medida tanto com o método por feixe de luz quanto pelo de luz refletida. No método de triangulação deve-se tomar cuidado para assegurar que o receptor tenha um campo de visão livre até o ponto laser na superfície de medição. Quando usar o sensor com feixe de luz L-LAS-TB-… (Série A-LAS) deve-se tomar cuidado para assegurar que a Cortina de luz laser possa funcionar ao longo da superfície de medição. A série A-LAS pode ser usada para objetos que se movem rapidamente.
 
Se a profundidade de um furo cego deve ser medida, o método por feixe de luz não pode ser usado. Com o sensor L-LAS-LT-… deve-se tomar cuidado para assegurar que haja um contato visual entre o ponto laser que encontra a superfície de medição e a óptica do receptor.

A série A-LAS é usada especialmente quando objetos se movem em alta velocidade


Diâmetro (medição de diâmetro)
Os sensores da série L-LAS-TB são a melhor solução para determinar o diâmetro de objetos esféricos e cilíndricos.
 
No caso de objetos maiores (o diâmetro do objeto é maior que a Cortina de luz) o diâmetro também pode ser determinado usando duas cortinas de luz laser. Os dois sensores L-LAS-TB-… operam então em modo master/slave, ex: um par de sensores fornece dados da posição da extremidade ao outro par de sensores, que por sua vez determina o diâmetro a partir das duas posições de extremidade e uma compensação.
 
 
A troca de dados entre o sensor MASTER e o sensor SLAVE é feita através de uma interface de sensor especial, não é necessária uma unidade de avaliação externa para determinar o diâmetro. O valor do diâmetro é fornecido de forma analógica como uma tensão (0V…10V) ou corrente (4 mA…20 mA), ou com valores numéricos no serial bus.
 

Largura (medição da largura)

 
A largura do filme pode ser medida com o sistema de feixe de luz L-LAS-TB-… ou com um sistema master/slave. Quando o par de transmissor/receptor é disposto em um ângulo o começo e fim do filme podem ser determinados até mesmo em um filme transparente.

 

Quando a unidade de sensor é disposta em um ângulo, mais luz é refletida que no caso de dispor verticalmente. Como resultado, e também devido a absorção pelo filme, menos luz chega ao receptor.



A medição de largura de objetos mais espessos também pode ser feita com uma combinação MASTER/SLAVE da série L-LAS-LT.

O sensor “SLAVE“ fornece o valor de distância ao sensor “MASTER“, que em troca com uma compensação determina a largura do objeto. Uma unidade de avaliação externa não é necessária para determinar a largura.  

A largura é fornecida como sinal analógico (tensão 0V…10V ou corrente 4 mA-20 mA) e como sinal numérico no serial bus digital.




A série L-LAS-RL e a série L-LAS-CAM em conjunto com a série L-LAS-LU também são adequadas para medição de largura de chapas metálicas ou filme. Atenção especial deve ser prestada a distância do objeto em relação ao sensor, porque esse sistema de sensor tem largura limitada de foco. A série L-LAS-RL usa o modo de luz refletida, já a série L-LAS-CAM em conjunto com a série L-LAS-LU é intencionada principalmente para operação por feixe de luz.
 
 
 





Disposição do sistema de luz refletida com a série  L-LAS-RL

 

 

Espessura (medição de espessura)
Medição de espessura pode ser feita da melhor forma com a série L-LAS-LT em modo MASTER/SLAVE.

 



A medição de espessura do filme também pode ser feita com uma combinação MASTER/SLAVE de sensores L-LAS-TB. O filme é posto em um rolo e um sensor de feixe de laser (MASTER) é direcionado no filme + rolo, enquanto a barreira de luz SLAVE só é direcionada no rolo. A diferença entre sensor MASTER e SLAVE fornece informação sobre a espessura do filme.

 

Fenda (medição da fenda)
A série L-LAS-TB é adequada para medição de fenda. Deve-se tomar cuidado para assegurar que o eixo óptico (Cortina de luz laser) é alinhado com a extremidade longitudinal do objeto, porque caso contrário uma parte a mais da cortina de luz laser seria coberta e a fenda aparentaria ser muito pequena.


A série A-LAS é usada principalmente com objetos que se movem muito rápido.

 
 
 
 

 

Flexão (medição de flexão)

 
A flexão de objetos pode ser determinada tanto com a série L-LAS-TB quanto com a L-LAS-LT.

É recomendado medir contra uma referência, que pode ser feita por meio de operação MASTER/SLAVE.

 
 

 

Alongamento (medição de alongamento)
O alongamento de um objeto pode ser determinado com um sistema de feixe de luz do modelo L-LAS-TB-… ou um sistema de luz refletida da série L-LAS-LT, cada um em disposição MASTER/SLAVE.

 
 

 

Comprimento (medição do comprimento)
Medição de comprimento com dois sensores L- LAS- LT no arranjo MASTER/SLAVE :

Medições de comprimento também podem ser feitas com um Sistema de feixe de luz MASTER/SLAVE da série L-LAS-TB.

O comprimento é determinado a partir das posições das duas extremidades + um valor de compensação constante que resulta da distância de dois sensores com respeito a um ao outro.
O mesmo se aplica para uma disposição triangular dos sensores.
 
 

Sensores de feixe de luz
Principalmente a medição por feixe de luz pode ser feita com a série A-LAS e a série L-LAS-TB. Ambas as series estão disponíveis com uma unidade de receptor e transmissor separadas. Na versão de forquilha a unidade de transmissor e receptor é contida na mesma carcaça. Devido ao caminho telocêntrico do feixe do transmissor, a medição pode ser feita entre o transmissor e o receptor quase que independentemente da posição de medição. Sistemas de feixe de luz desse modelo tem uma profundidade de foco muito maior que a dos sistemas de luz refletida.

 

Vantagens da série A-LAS
e vantagens da série L-LAS-TB

Série A-LAS:
  • Cortinas de luz laser variando de 0.5 mm x 0.07 mm até 100 mm x 5 mm
  • Design altamente compacto
  • Banda analógica normalmente de até 300 kHz
  • Frequência de verificação normalmente de até 50 kHz
  • Várias unidades de controle estão disponíveis
  • Baixo custo
  • Versão de fibra óptica está disponível (para uso em áreas Ex), consequentemente a disposição é altamente compacta
  • Seleção abrangente de FrontEnds (design forquilha ou separado)
  • Precisão de medição: normalmente 0.2% do tamanho da abertura
  • Linearidade: depende do tamanho da abertura
  • Distância de operação: máx. 1000 x tamanho da abertura (com abertura na direita: eixo longitudinal pequeno)
 
Série L-LAS-TB:
  • Cortinas de luz laser variando de 8 mm x 2 mm até 100 mm x 5 mm
  • Frequência de verificação normalmente de até 1kHz
  • Operação Master/Slave
  • Vários objetos podem ser detectados simultaneamente
  • Precisão de medição: normalmente 0.02% do tamanho da abertura
  • Linearidade: normalmente a precisão de medição x 2
  • Distância de operação: máx. 1000 x a largura da Cortina de luz na saída do transmissor
 

Sensores de luz refletida
Esses sensores são diferentes dos sensores de luz refletida que a partir de uma certa distância do objeto projeta uma seção de linha num detector de linha por meio de uma lente de projeção (o sinal de linha, por exemplo, fornece informação sobre uma posição de extremidade ou posição de um fio e esse modelo de sensor também é usado para controle de duplicação de chapas) e sensores de triangulação (transmissor, objeto e receptor são dispostos em formato triangular). Nos sensores de triangulação o ponto laser, que é projetado na superfície pela óptica do transmissor, é mapeado no detector de linha pela óptica do receptor. A posição onde o ponto laser encontra a linha fornece informação sobre a distância da superfície do objeto em relação ao sensor.

Série L-LAS-LT:

  • Disponível com várias faixas de medição (25 mm ± 1 mm, 37 mm ± 2 mm, 55 mm ± 5 mm, ... 150 mm ± 1000 mm)
  • O sensor laser adapta-se a superfície por meio de correção automática da potência do laser
  • Frequência de verificação até máx. 1 kHz

Série L-LAS-TB:
  • Disponível com faixas de medição de 10 mm, 12 mm, 20 mm 30 mm e 40 mm
  • Distâncias de operação de 35 mm, 50 mm, 75 mm e 125 mm.
 

Série L-LAS-LT
A série L-LAS-LT é diferente dos chamados modelos INDIVIDUAIS e sistemas MASTER/SLAVE.
Os modelos INDIVIDUAIS podem ser usados para medir a distância de um objeto em relação ao sensor, enquanto os sistemas MASTER/SLAVE também podem ser usados para determinar a espessura e inclinação de objetos. O sensor SLAVE nesse caso fornece o valor da distância medida para o sensor MASTER. Com os dois valores de distância o sensor MASTER calcula a espessura ou inclinação do objeto.

 

Série A-LAS
Três unidades de controle padrão estão disponíveis para as barreiras de luz analógicas com feixe de laser

SI-CON11
AGL 4
A-LAS-CON1

Essas unidades de controle podem ser usadas para todos os sensores da série A-LAS. Os sensores da série A-LAS estão disponíveis tanto em versões separadas quanto em versões em forquilha. A zona de encontro das cortinas de luz laser (abertura) começa a aproximadamente 0.1 mm x 0.5 mm ou diâmetro 0.2 mm e chega ao tamanho de até 100 mm x 5 mm (lado do transmissor). Todos os transmissores laser da série A-LAS operam com luz paralela, nos modelos padrões o comprimento de onda da luz laser fica na zona vermelha. A distância máxima transmissor/receptor recomendada depende do tamanho da abertura do transmissor.
 
Distância máx. transmissor/receptor recomendada = 1000 x tamanho da abertura do transmissor (com aberturas retangulares do transmissor o eixo pequeno é usado como uma medida)

A-LAS-90-T/R
A-LAS-08-T/R
 

As unidades de controle mais importantes da série A-LAS:
Unidade de controle SI-CON11

A unidade de controle é conectada a um PLC, por exemplo, por meio de um cabo de 8 polos.
A saída fornece um sinal de tensão (0V…+10V) e um sinal de corrente. Três variações de corrente podem ser selecionadas aqui: 0 mA…20 mA, 4 mA…20 mA e 5mA…25mA

 

SI-CON11-0/20
SI-CON11-4/20
SI-CON11-5/25

O sinal analógico na saída da unidade de controle é proporcional a área não coberta da cortina de luz laser.
 
 
Com o potenciômetro que é integrado no amplificador o sensor no estado não coberto pode ser ajustado para +10V, por exemplo.

O LED verde indica que o amplificador está ligado, o LED vermelho indica que o sensor A-LAS está sujo ou coberto por um longo tempo. A banda analógica é aprox. 200 kHz.
 
 
Unidade de controle AGL4


A unidade de controle é conectada a um PLC por meio de um conector de 8 polos. Além da saída analógica (0V…+10V) a unidade de controle também fornece duas saídas digitais estáticas e duas saídas digitais dinâmicas. A banda analógica é de 100 kHz. As saídas digitais têm uma frequência de comutação de 25 kHz, no caso da versão HS de 300 kHz.

Com o potenciômetro para o fator de ganho a saída analógica pode ser ajustada para 10V (cortina de luz laser não coberta). O segundo potenciômetro é usado para ajustar a sensibilidade. A correção de limite automática para o propósito de compensação da acumulação de sujeira pode ser ativada por meio de um jumper no amplificador.


 
 

Unidade de controle A-LAS-CON1


O A-LAS-CON1 é uma unidade de controle baseada em micro controlador que pode ser usada para controlar dois sensores analógicos laser simultaneamente da série A-LAS. Os sinais analógicos dos dois sensores A-LAS são verificados com uma frequência de até 25 kHz e são então digitalizados. Os valores de medição digitalizados são então avaliados em um PC com Windows® de um modo que possa ser ajustado pelo usuário. Várias funções estão disponíveis para isso, ex: também uma combinação matemática dos dois sinais analógicos.
Por meio de um socket de 8 polos a unidade de controle A-LAS-CON1 é fornecida com uma tensão de alimentação entre 18 V e 32 V. Os estados do canal de corrente podem ser emitidos por meio de três saídas digitais configuráveis livremente (com Windows em um PC) a prova de curto circuitos.

Os estados de comutação da saída são visualizados por 4 LEDs na carcaça da unidade de controle A-LAS-CON1. Duas entradas digitais permitem acionamento externo para controlar a verificação do valor de medição e instrução externa para ajustar as bandas de tolerância. Uma saída analógica 0V – 10V de alta velocidade (até 10 kHz) também está disponível.

Exemplo: Medição de largura com dois sensores A-LAS:
No Windows ® a unidade de controle é configurada para que o canal A seja usado para medição, e o canal B para acionamento. Por exemplo, o limite de acionamento do canal B pode ser ajustado para 50%, e exatamente neste momento de acionamento o canal A é verificado para saber quando o sinal de medição estiver dentro das tolerâncias especificadas ou não.  (O objeto 1 fica dentro da tolerância, o objeto 2 fica fora da tolerância).


 
 

Unidade de controle A-LAS-CON1-FIO
A configuração da A-LAS-CON1-FIO é feita através da interface integrada RS232. A unidade de controle pode ser parametrizada em um PC com Windows® e com o software A-LAS-CON1-Scope. Por meio de um socket de 8 polos a unidade de controle A-LAS-CON1 é fornecida com uma tensão de alimentação entre 18 V DC e 32 V DC.



Essa unidade de controle oferece vantagens se o espaço é limitado no local de medição ou para aplicações em áreas Ex.  
 
Os estados dos canais individuais podem ser emitidos por meio de três saídas digitais configuráveis livremente a prova de curtos-circuitos (OUT 0, OUT 1, OUT 2). Duas entradas digitais podem ser usadas para acionamento externo e instrução externa. Uma saída analógica (0V…10V, largura de banda 10 kHz) permite a monitoração externa dos sinais dos sensores. Quando habilitada, a instrução externa pode ser feita com o potenciômetro integrado e botão, e a tolerância também pode ser ajustada com o potenciômetro.

 
Os sensores A-LAS mais importantes:

Sensores A-LAS modelo separado

A-LAS-08-C
A-LAS-10-C
A-LAS-90
A-LAS-12/90
A-LAS-24
A-LAS-24/90
 A-LAS-34
 A-LAS-50
 A-LAS-75
 A-LAS-100

 

Sensores A-LAS modelo forquilha
A-LAS-F08
 A-LAS-F08-C
 
 
 
 A-LAS-F12  
 
 
 
 A-LAS-F12-C
 
 
 
 A-LAS-F24  
 
 
 
Série L-LAS-TB
 
A série L-LAS-TB pode ser classificada em sistemas chamados SINGLE e sistemas MASTER/SLAVE.
Com sistemas SINGLE um ponto de medição pode ser avaliado, enquanto com sistemas MASTER/SLAVE 2 pontos de medição estão disponíveis. O sensor SLAVE fornece a posição ao sensor MASTER, que em tempo calcula o valor de distância.
 

Modelos SINGLE

Modelos SINGLE separados:
L-LAS-TB-12
 L-LAS-TB-25  
 L-LAS-TB-35  
 L-LAS-TB-50  
 L-LAS-TB-75  
L-LAS-TB-100


Modelos SINGLE separados com unidade de controle separada
 
Devido ao design compacto do transmissor / receptor, a unidade de controle nesses modelos é contida em uma carcaça separada.
L-LAS-TB-8

 
 
L-LAS-TB-6
(control unit + frontend)

 
 
L-LAS-TB-12
(control unit + frontend)

 
 
L-LAS-TB-16
(control unit + frontend)


Modelos SINGLE com design em forquilha

Nesses modelos tanto o transmissor quanto o receptor em conjunto com a unidade são integrados em uma carcaça.
 
L-LAS-TB-F-8x1-40/40
e
L-LAS-TB-F-1x8-40/40
   
L-LAS-TB-F-6x1-40/40
e
L-LAS-TB-F-1x6-40/40
   
L-LAS-TB-F-6x1-100x100  
   
L-LAS-TB-F-16x1-40/40
e
L-LAS-TB-F-1x16-40/40
   
L-LAS-TB-F-8x1-200/40
e
L-LAS-TB-F-1x8-200/40
   
L-LAS-TB-F-6x1-200/40
e
L-LAS-TB-F-1x16-200/40
   
L-LAS-TB-F-16x1-200/40
e
L-LAS-TB-F-1x16-200/40
   
L-LAS-TB-F-8x1-200/60
e
L-LAS-TB-F-1x8-200/65
   
L-LAS-TB-F-6x1-200/65
e
L-LAS-TB-F-1x6-200/65
L-LAS-TB-F-16x1-200/65
e
L-LAS-TB-F-1x16-200/65

 

Linha compacta L-LAS-TB-…-CL

L-LAS-TB-6-CL  
L-LAS-TB-14-CL  
L-LAS-TB-16-CL  
L-LAS-TB-28-CL  
L-LAS-TB-50-CL
 
L-LAS-TB-75-CL
 
L-LAS-TB-100-CL
L-LAS-TB-F-16x1-100/100-CL
L-LAS-TB-F-6x1-40/40-CL
L-LAS-TB-F-6x1-20/40-CL
L-LAS-TB-F-6x1-100/100-CL
L-LAS-TB-F-16x1-40/40-CL

 

Modelos MASTER/SLAVE

 

 
 
A troca de dados entre os sensores MASTER e SLAVE é efetuada através de barramento SPI (digital – serial bus).

Em cada sensor o barramento SPI é fornecido por meio de um socket circular com 7 polos. Os dois sensores são conectados por meio do cabo de conexão cab-las-7-male que está disponível em comprimentos diferentes (1 m, 2 m, 3 m e 0.5 m).
 
Modelos MASTER/SLAVE separados:
 
L-LAS-TB-50-MA e L-LAS-TB-50-SL
Os dados técnicos são os mesmos dos sistemas SINGLE, apenas o software e parte dos eletrônicos da interface são ligeiramente diferentes.
 
 
L-LAS-TB-75-MA e L-LAS-TB-75-SL
 

Os dados técnicos são os mesmos dos sistemas SINGLE, o software é otimizado para os modelos MASTER/SLAVE. Os eletrônicos da interface são ligeiramente modificados.

L-LAS-TB-100-MA e L-LAS-TB-100-SL


Os dados técnicos são os mesmos que nos sistemas SINGLE, o software foi combinado ao MAISL e os eletrônicos da interface foram adaptados.

 
L-LAS-TB-8-CON1-MA e L-LAS-TB-8-CON1-SL



L-LAS-TB-12-CON1-MA e L-LAS-TB-12-CON1-SL

 

 
Os dados técnicos para uma extensão grande sãos os mesmos que nos sistemas SINGLE, apenas partes do software foram adaptadas para operação MASTER/SLAVE; os eletrônicos da interface também foram otimizados para operação MASTER/SLAVE.
 
 
Modelos MASTER/SLAVE em forquilha

  

Como os modelos separados, os modelos em forquilha também estão disponíveis como sistemas MASTER/SLAVE. Comparado aos sistemas SINGLE o software e os eletrônicos da interface foram adaptados.
L-LAS-TB-F-16x1-100/60-MA
e
L-LAS-TB-F-16x1-100/60-SL
 
L-LAS-TB-F-6x1-200/40-MA
e
L-LAS-TB-F-6x1-200/40-SL
 
L-LAS-TB-F-8x1-200/40-MA
e
L-LAS-TB-F-8x1-200/40-SL

 
 

 


Sensores de luz refletida
 
Série L-LAS-LT
 

 

 
Na série L-LAS-LT é feita uma diferenciação entre os modelos SINGLE e os sistemas MASTER/SLAVE.

Os modelos SINGLE podem ser usados para medir a distância de um objeto em relação ao sensor, já com os sistemas MASTER/SLAVE a espessura e a inclinação dos objetos também podem ser determinados. O sensor SLAVE fornece o valor da distância medida ao sensor MASTER, que então calcula a espessura ou a inclinação do objeto a partir dos dois valores de distância.


Modelos SINGLE L-LAS-LT-...

L-LAS-LT-37 e L-LAS-LT-37-HS
L-LAS-LT-55 e L-LAS-LT-55-HS
 
 

L-LAS-LT-80 e L-LAS-LT-80-HS
L-LAS-LT-110 e L-LAS-LT-110-HS


 
 
L-LAS-LT-135 e L-LAS-LT-135-HS
L-LAS-LT-160 e L-LAS-LT-160-HS

 


L-LAS-LT-200 e L-LAS-LT-200-HS
L-LAS-LT-275 e L-LAS-LT-275-HS
 


L-LAS-LT-450 e L-LAS-LT-450-HS


Faixas de medição L-LAS-LT-... (single)


L-LAS-LT-37
L-LAS-LT-37-HS
L-LAS-LT-37-RA
L-LAS-LT-37-RA-HS

 
   
L-LAS-LT-55
L-LAS-LT-55-HS
L-LAS-LT-55-RA
L-LAS-LT-55-RA-HS
   
L-LAS-LT-80
L-LAS-LT-80-HS
L-LAS-LT-80-RA
L-LAS-LT-80-RA-HS
   
L-LAS-LT-110
L-LAS-LT-110-HS
L-LAS-LT-110-RA
L-LAS-LT-110-RA-HS
   
L-LAS-LT-135
L-LAS-LT-135-HS
   
L-LAS-LT-160
L-LAS-LT-160-HS
   
L-LAS-LT-200
L-LAS-LT-200-HS
   
L-LAS-LT-275
L-LAS-LT-275-HS
   
L-LAS-LT-450
L-LAS-LT-450-HS
   
L-LAS-LT-1000
L-LAS-LT-1000-HS

 

Linha compacta L-LAS-LT-…-CL (single)

L-LAS-LT-20-CL
L-LAS-LT-38-CL  
L-LAS-LT-50-CL  
L-LAS-LT-120-CL
L-LAS-LT-165-CL
L-LAS-LT-250-CL
L-LAS-LT-157-CL  
L-LAS-LT-85-RA-CL  



Faixas de medição L-LAS-LT-...-CL (Single)

L-LAS-LT-20-CL
   
L-LAS-LT-38-CL
   
L-LAS-LT-50-CL
   
L-LAS-LT-120-CL
   
L-LAS-LT-165-CL
   
L-LAS-LT-250-CL
   
L-LAS-LT-85-RA-CL
(special version)
 
   
L-LAS-LT-157-CL
(special version)

 

Modelos MASTER/SLAVE L-LAS-LT-...

A maior parte dos dados técnicos é idêntica aos dos modelos SINGLE, apenas partes do software e dos eletrônicos da interface foram modificados para operação MASTER/SLAVE.

 

L-LAS-LT-55-MA e L-LAS-LT-55-SL
(L-LAS-LT-55-HS-MA e L-LAS-LT-55-HS-SL)




L-LAS-LT-37-MA e L-LAS-LT-37-SL
(L-LAS-LT-37-HS-MA e L-LAS-LT-37-HS-SL)



L-LAS-LT-80-MA e L-LAS-LT-80-SL
(L-LAS-LT-80-HS-MA e L-LAS-LT-80-HS-SL)



L-LAS-LT-110-MA e L-LAS-LT-110-SL
(L-LAS-LT-110-HS-MA e L-LAS-LT-110-HS-SL)



L-LAS-LT-135-MA e L-LAS-LT-135-SL
(L-LAS-LT-135-HS-MA e L-LAS-LT-135HS-SL)



LAS-LT-160-MA e L-LAS-LT-160-SL 
(L-LAS-LT-160-HS-MA e L-LAS-LT-160-HS-SL)



LAS-LT-200-MA e L-LAS-LT-200-SL
(L-LAS-LT-200-HS-MA e L-LAS-LT-200-HS-SL)



L-LAS-LT-275-MA e L-LAS-LT-275-SL
(L-LAS-LT-275-HS-MA e L-LAS-LT-275-HS-SL)




L-LAS-LT-450-MA e L-LAS-LT-450-SL
(L-LAS-LT-450-HS-MA e L-LAS-LT-450-HS-SL)




L-LAS-LT-1000-MA e L-LAS-LT-1000-SL
(L-LAS-LT-1000-HS-MA e L-LAS-LT-1000-HS-SL)




L-LAS-LT-1500-MA und L-LAS-LT-1500-SL
(L-LAS-LT-450-HS-MA und L-LAS-LT-450-HS-SL)




 

Série L-LAS-RL



Os sistemas de sensor da série L-LAS-RL são equipados com uma câmera de linha com lentes de precisão e com uma luz LED que está disponível com luz UV, luz branca e luz IR. Filtros correspondentes estão disponíveis para as lentes da câmera. Todos os componentes são contidos emu ma carcaça de lumínio robusta, a parte óptica e a luz são protegidas por uma cobertura de vidro a prova de riscos. Como opção a série L-LAS-RL também pode ser operada com unidade de luz externa para a série L-LAS-LU, que também está disponível nos modelos UV, branca e IR. As faixas de medição dos modelos individuais L-LAS-RL ficam entre 15 mm e 500 mm.

 

Visão geral L-LAS-RL

L-LAS-RL-15 (luz branca)
L-LAS-RL-CON1
L-LAS-RL-10-W (-R, -B, -UV, -IR)
L-LAS-RL-20-W (-R, -B, -UV, -IR)
L-LAS-RL-30-W (-R, -B, -UV, -IR)
L-LAS-RL-40-W (-R, -B, -UV, -IR)
L-LAS-RL-10-W (-R, -B, -UV, -IR)-CL
L-LAS-RL-20-W (-R, -B, -UV, -IR)-CL
L-LAS-RL-30-W (-R, -B, -UV, -IR)-CL
L-LAS-RL-40-W (-R, -B, -UV, -IR)-CL

 
 
Unidade de luz externa:
 
L-LAS-RL-50-VIS-… (luz branca)
L-LAS-RL-50-UV-… (Luz UV)
L-LAS-RL-50-IR-… (Luz IR)

L-LAS-RL-100-VIS-…(luz branca)
L-LAS-RL-100-UV-…(Luz UV)
L-LAS-RL-100-IR… (Luz IR)

L-LAS-RL-150-VIS-… (luz branca)
L-LAS-RL-150-UV… (Luz UV)
L-LAS-RL-150-IR-… (Luz IR)
 
L-LAS-RL-300-VIS-… (luz branca)
L-LAS-RL-300-UV-… (Luz UV)
L-LAS-RL-300-IR-… (Luz IR)
 
L-LAS-RL-500-VIS-… (luz branca)
L-LAS-RL-500-UV-… (Luz UV)
L-LAS-RL-500-IR-… (Luz IR)
 
 
L-LAS-LU-50-VIS (luz branca)
L-LAS-LU-50-UV (Luz UV)
L-LAS-LU-50-IR (Luz IR)
 
L-LAS-LU-100-VIS (luz branca)
L-LAS-LU-100-UV (Luz UV)
L-LAS-LU-100-IR (Luz IR)
 
L-LAS-LU-150-VIS (luz branca)
L-LAS-LU-150-UV (Luz UV)
L-LAS-LU-150-IR (Luz IR)
 
L-LAS-LU-300-VIS (luz branca)
L-LAS-LU-300-UV (Luz UV)
L-LAS-LU-300-IR (Luz IR)
 
L-LAS-LU-500-VIS (luz branca)
L-LAS-LU-500-UV (Luz UV)
L-LAS-LU-500-IR (Luz IR)
 

L-LAS-RL-15-FE



 
L-LAS-RL-50-…- (HS)
-VIS: com LEDs de luz branca
-UV: com LEDs UV, vidro preto e fitro de bloqueio UV
-IR: com filtro IR (filtro de bloqueio da luz do dia)
 
 

L-LAS-RL-100-…- (HS)
-VIS: com LEDs de luz branca
-UV: com LEDs UV, vidro preto e fitro de bloqueio UV
-IR: com filtro IR (filtro de bloqueio da luz do dia)
 
L-LAS-RL-150-…- (HS)
-VIS: com LEDs de luz branca
-UV: com LEDs UV, vidro preto e fitro de bloqueio UV
-IR: com filtro IR (filtro de bloqueio da luz do dia)
 
L-LAS-RL-200-…- (HS)
-VIS: com LEDs de luz branca
-UV: com LEDs UV, vidro preto e fitro de bloqueio UV
-IR: com filtro IR (filtro de bloqueio da luz do dia)
 
L-LAS-RL-300-…- (HS)
-VIS: com LEDs de luz branca
-UV: com LEDs UV, vidro preto e fitro de bloqueio UV
-IR: com filtro IR (filtro de bloqueio da luz do dia)
 
L-LAS-RL-500-…- (HS)
-VIS: com LEDs de luz branca
-UV: com LEDs UV, vidro preto e fitro de bloqueio UV
-IR: com filtro IR (filtro de bloqueio da luz do dia)


NOTICIA

Nosso parceiro de distribuição UNITECHNOLOGY exibe:


2nd Highly-functional
PAINT & COATINGS EXPO TOKYO

Makuhari Messe, Japan
4-6 de dezembro de 2019
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Revisão da feira SPS 2019
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novo comunicado de imprensa:
Depende da dose certa
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novos vídeos:
 Contagem de tampas de plástico transparentes com SPECTRO-1-CONLAS e A-LAS-N-F16-...
 Autenticação do produto com LUMI-STAR-MOBILE-BL/OR-POL-IOS
 Marcação da pele com LUMI-INLINE-SL-IR/IR
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Novos aplicações:
Application News N°639-641
Detecção da costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°639)
Detecção de defeitos da costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°640)
Controle inline de uma costura soldada em tubos de aço inoxidável (N°641)
mais...

++++++++++++++++++++++++++

Notas importantes sobre atualizações de software
mais...






FIND US ON ....

Facebook Youtube in Instagram Twitter

TOP